Congada Divino Espírito Santo

Posts Tagged ‘manifestação cultural

CAETANO PROVENZANO É HOMENAGEADO PELOS VEREADORES DE PIRACICABA!

Fonte: Acervo GRUCONDESPI-RLESSA

DIA 30DE AGOSTO DE 2011 NOSSO RrEI DA CONGADA SERÁ HOMENAGEADO PELA CÂMARA DOS VEREADORES ÀS 19H30, POR REPRESENTAR O REINADO NA CONGADA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO DE PIRACICABA- GRUCONDESPI E POR SUA ATUANTE PARTICIPAÇÃO HÁ MAIS DE CINCOENTA ANOS DANÇAMNDO EM NOSSO GRUPO RELIGIOSO, FOLCLÓRICO.

 Um de nossos mais antigos componentes do grupo de Congada do Divino de Piracicaba, eleito por todos como o Rei da Congada, Caetano Provenzano tece em seu reinado com a delicadeza daquele que tem na vida sua maior fonte de saberes, o que representa a continuidade da transmissão dos saberes através da oralidade e sua experiência de vida prática.

Mais que um Rei, tornou-se um símbolo diferenciado pela sua forma galanteadora e respeitosa de tratar todos de seu reinado. Muitas vezes é no silêncio que habita sua maior sabedoria, pois esconde em seu olhar cabisbaixo e tímido a fórmula quase que mágica de conquistar seu “povo” e isso ele o faz com mestria.

Fonte: Acervo GRUCONDESPI-RLESSA

Soberano que é, preocupa-se com o bem estar de sua corte, seu povo: o povo da Congada!

Lá vem ele, com um misto de andar dançante que permeia toda sua historicidade na Congada do Divino Espírito Santo de Piracicaba desde o tempo de João Chiarini que trouxe a Congada para nossa Noiva da Colina; sem soberbas ou atitudes que desagrade o grupo como um todo, pois representa esse coletivo folclórico religioso cultural que resiste  ao tempo e ao progresso. É um dos poucos remanescentes daquele tempo… “Êta memória Viva!”

Seu maior legado ao grupo é seu olhar, seu encanto pessoal, coisa que faz parte de uma aristocracia diferenciada da Congada do Divino Espírito Santo de Piracicaba!

Fonte: Acervo GRUCONDESPI-RLESSA

Um pouco mais desse nosso Rei:

Nasceu no município de Piracicaba em 11 de julho de 1941 dança congada desde o ano de 16 de outubro de 1950, época em que a congada ensaiava na antiga  e tão popular Rádio Educadora, no início da década de 60.

Na sequencia os ensaios passaram a ser na “Pinacoteca de Piracicaba”, e as apresentações eram realizadas em festas folclóricas, religiosas e muitas vezes foi objeto de pesquisa da academia que procura sempre a Congada do Divino como representante do folclore ativo do município de Piracicaba e Caetano entre os demais é um dos mais e representativos ícones do GRUCONDSPI.

Sempre ressalta amar a cidade e principalmente o nosso time de futebol: o XV de Piracicaba que em mimos e a camiseta oficial que grada como verdadeiras relíquias pessoais.

Fonte: Acervo GRUCONDESPI-RLESSA

Frequenta  muitas festas principalmente o de terceira idade e os ventos de sua paróquia de São Sebastião, em seu bairro, pois é muito religioso; de vez em quando segue em direção ao rio Piracicaba com sua varinha de bambu e pesca uns peixinho que exibe como troféu e claro, faz uma “fritadinha”, mas alerta, sempre vai pescar quando é época de pescaria, pois respeita a lei e o ciclo da natureza.

Dia 30 de agosto de 2011, nosso Caetano Provenzano fora homenageado pela Câmara Municipal de Piracicaba em nome da Congada do Divino Espírito Santo.

Fonte: Acervo GRUCONDESPI-RLESSA

Esse é Caetano, nosso rei da Congada: Congada do Divino Espírito Santo de Piracicaba!

Por: Roberta Lessa

Coordenadora GRUCONDESPI

Salvaguardar a cultura tradicional de um povo é reafirmar o respeito no coletivo da sociedade que se vive!”

Em conversa com um grupo de pessoas comentei o termo “Guardião da Tradição”, curiosos indagaram-me, alguns espantados, outros distantes, e chegou a hora do questionamento; então a paixão por esse dez-licioso tema aumiou minha fala que perambulou por entre o ser e o se sentir ser um verdadeiro guardião:

Um guardião não se faz, ele nasce guardião, peço licença para parodiar as falas de meu amigo, mui amado e saudoso Abel Bueno. É algo inerente naquele que em suas ações deixa explicito seu compromisso e profundo respeito no doce limiar da evolução de uma história, de um povo, de um lugar, de um objeto. É como se pulsasse no peito desse mágico ser, a volúpia em dar continuidade áquilo que representa uma estrutura ancestral, talvez até mesmo sua própria estrutura.

Foto: Fátima-Voluntária do Divino

Não há mecanismos ou engenhocas que consigam capitar essa essencia, pois é viva e não se ata em imagens ou se prendem à artificial sonoridade de um gravador; por mais que os burocratas da cultura o tenham tentado.
Poucos são aqueles que conseguem captar a essencia de um guardião da tradição com sua arte, os que o fazem, certamente deixaram de lado a titulação de artista, para transgredir a alma do consumo desenfreado e muitas vezes destruidora, e transmutá-la em alma luminosa, dando-nos a chance de recomeçar o ciclo da vida cultural com olhar mais depurado.
Assim ocorre a bela foto, imagem inerte, mas que tem tanta energia que nos parece querer a vida em seu bojo. assim ocorre com a película que abarca muito além de simples perpectivas tecnicamente justapostas, para se tornarem poesia em movimento. Assim ocorre com o som audível apenas àqueles que permanecem artisitcamente incorruptíveis, pois detem a pureza do ouvir e sentir prazer no coachar de um sapo, no vento que balança a folha no alto da árvore, no arrepio delicioso de um banho de chuva com os pés descalços a pisar em poças dáguas… e muito mais… muito mais…
O olhar de um guardião não é tão somente o físico, mas vem do coração espiritual, que pulsa no ritmo da esperança de continuidade; desse olhar muitas vezes vertem lágrimas de prazer em ser junto à uma manifestação popular tradicional e jamais estar, pois ser é diferente de estar, enquanto um ocorre pela continuidade de sentidos e formas, o outro é perene e se esvanece nas tendências das circunstancias ideológicas  que a vida propicia.

Foto: Naan Silva

Um guardião não é um prêmio a ser dado institucionalmente, mas uma história construída junto de pares. A-R-T-E-S-A-N-A-L-M-E-N-T-E! Gerando uma simbiose amorosa com aquilo que se nutre profundo respeito e desejo de salvaguardar, sem que para tal seja cobrado qualquer taxa de  prestação de serviço.
O guardião sabe que há coisas e atos que jamais são mensuráveis financeiramente e muitas vezes doa a esse bem o que tem, para que o mesmo possa continuar e/ou se perpetuar para a sociedade. SABE QUE HÁ DIFERENÇAS ENTRE FAZEDORES DA CULTURA POPULAR E OS ATRAVESSADORES DA MESMA
Inexiste critérios, fórmulas ou atalhos para ser um guardião, é como se o céu elegesse alguns afortunados, provendo-o com a insanidade peculiar de doar-se à um local, objeto, pessoa, grupo ou planeta. Tens em suas mãos a secular calosidade daquele que esculpe a memória no dia a dia de sua vida.
O guardião jamais é eleito, impossível ser catalogado, muitos séticos desacreditam de sua existência, pois nosso sujeito em questão tem por habito habitar nas entrelinhas das manifestações, cerzindo com docura e amorosidade, o tecido rústico, muitas vezes roto, que serve de pano de fundo para a cultura popular brilhe em todo seu explendor.

Fonte: Internet

Não há salários, mas gratidão daqueles que são protegidos por um guardião, mas é perceptível a gratidão sob forma de abraços, olhares doces, cumplicidade, um simples aperto de mão e cheio de significados, ou uma marota e generosa colherada daquele doce de abóbora  com coco apurado no tacho de cobre, por sobre um fogão de lenha e essa lenha a criptar, como se soubessem o valor de um guardião…
Quanto isso vale para você? Esse saborear o cheirinho que vem em companhia daquela receita que passou da avó, da avó da bisavó…
Onde estão? Em todos os lugares e em lugar nenhum… São amigos de sacis, de iaras, acreditam no vento que sobra a previsão de chuva, riem daqueles que pensam que sabem e fazem questão de demonstrar sua pseudo sabedoria…
Como detectá-os, apenas sendo um deles, pois somente os iguais é que reconhecem, mas aviso aos falsificadores de etiquetas culturais: nem mesmo os guardiões o sabem sê-los, pois apenas o são… E se ousam colocá-lo em evidência, perde-se um possível elo que seria gerado em prol da cultura popular.

Fonte:Internet

UM ABRAÇO A VOCÊ GUARDIÃ(ÃO) QUE SABE SÊ-LO!

ROBERTA LESSA – Coord. Congada de Piracicaba

O GRUPO DE CONGADA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO DE PIRACICABA PARTICIPARA DA FEIRA DA BARGANHA EVENTO REALIZADO EM PIRACICABA – SP ÀS MARGENS DE NOSSO RIO.

SE ESTIVEREM POR AQUI COMPAREÇAM…

 
ALÇANDO VOOS…

SIM… ESTAMOS NOVAMENTE EM AÇÃO…NOSSA PRIMEIRA APRESENTAÇÃO FOI NO LARGO DOS PESCADORES – RUA DO PORTO, EM NOSSA PIRACICABA…O EVENTO: “RIO DAS ARTES”, NADA MAIS CORRETO… NOSSO LUGAR DE ENSAIO SEMANAL…NOSSO RIO PIRACICABA… NOSSO POVO DANÇANTE!

DÁ LICENÇA MÃE APARECIDA...

E O ENCANTO SE FEZ PRESENTE… TODOS COM RESPEITO ENTENDERAM QUANDO PEDIMOS LICENÇA PARA NOSSA PADROEIRA PARA DANÇAR…

E DANÇAMOS...

 TODOS COM TODA FORÇA QUE NOS UNE…É LINDO NOSSO GRUPO DE CONGADA… TEMOS MUITO A AGRADECER… MUITO…

 NOSSOS PÉS NA ESTRADA..

SÃO PÉS QUE CAMINHAM  JUNTOS NUMA MESMA DIREÇÃO! QUANDO UM SE CANÇA… LOIGO VEM O GRUPO E O AJUDA A SEGUIR EM FRENTE…

E CANTAMOS TAMBÉM… E MUITO

 COM A ALMA…COM A FORÇA DO DIVINO…DE NOSSOS ANCESTRAIS, ENFIM COM COISAS BOAS PARA DAR E RECEBER… E CANTANDO…  SOMOS UNÍSSONOS…SOMOS ÚNICOS…SOMOS O TODO…NUM SÓ GRUPO…

NOSSO DIVINO CONOSCO...

UM BEIJO E LÁ VAMOS NÓS.. EM MAIO  AGUARDEM, NOS
APRESENTAREMOS:
NA FESTA DAS NAÇÕES DE PIRACICABA
NA FESCA CAIPIRA DA FACULDADE ANHANGUERA
NA FEIRA DA BARGANHA DA ESALQ

NO DIA 09 DE JANEIRO DE 2010 O GRUPO DE CONGADA DO DIVINO DE PIRACICABA REUNIU-SE E ELEGEU SUA PRIMEIRA DIRETORIA OFICIAL, CONFORME A ATUAL LEGISLAÇÃO NACIONAL SOLICITA…

É UM MARCO HISTÓRICO PARA NOSSa congada QUE EM CONTINUIDADE DAS AÇÕES  DO GRUPO COORDENADOR ÁS LINHAS DE AÇÕES PÁRA A SALVAGUARDA DE NOSSA CONGADA DO DIVINO

VEJA UM POUCO DAS FALAS DE NOSSOS COMPONENTES:

A DIRETORIA ELEITA FOI A QUE SEGUE, COM GESTÃO DE 2010 À 2013:

DIRETORIA

Presidente: ROBERTA LESSA

Vice-Presidente: DINARTE ELEUTÉRIO RODRIGUES

Primeiro–Secretário: PATRÍCIA F. R. FERREIRA

Segundo–Secretário:  ALEXANDRA REGONHA CORAL

Primeiro-Tesoureiro: LUIZ ALBERTO PAVINATO

Segundo–Tesoureiro: EVALDO APARECIDO FERREIRA

Diretor dep. Divulgação: MARY ELLEN FERNANDA

Diretor do Dep de Memória:  MARIA APARECIDA DOS SANTOS

Diretor do departamento jurídico: EDSON LUIZ CORAL

1º Suplente: JOÃO FRANCISCO SARTORI

2º Suplente: ALINE HENRIQUE DA COSTA

3º Suplente:  SANDRA regina BARBOSA

 CONSELHO FISCAL

1º Conselheiro: PEDRO CHIARINI NETO

2º Conselheiro: RITA MARIA DE LIMA

 3º Conselheiro: MARIA BENEDITA CORREA FORTI 

 COMISSÃO PERMANENTE DE ESTRUTURA

COMISSÃO DE CONTATOS:  ROBERTA LESSA

COMISSÃO DE COREOGRAFIA: PATRÍCIA F. R. FERREIRA

COMISÃO FINANCEIRO: LUIZ ALBERTO PAVINATO

COMISSÃO DE MÚSICA:  DINARTE ELEUTÉRIO RODRIGUES

COMISSÃODE MEMÓRIA:  MARIA APARECIDA DOS SANTOS 

… E VIVA A GONGADA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO DE PIRACICABA!

VIVA!!!!!

 

NOSSO DIVINO MOSSTRANDO SUA ARTE!

ASSISTA NOSSA GONGADA QUE SE APRESENTOU NA FESTA DAS TRADIÇÕES EM NOVEMBRO DE 2009, LÁ NO ENGENHO CENTRAL DE PIRACICABA…

FOI UM BELO ENCONTRO DE DANÇAS FOLCLÓRICAS… E NOSSO GRUPO FOI MAIS QUE UNIDOS, MAIS QUE HARMONIOSO, SE APRESENMTOU COMO UM GRUPO FORTE E DE RAIZ QUE PERDURA HÁ MAIS DE SESSENTA ANOS EM NOSSO MUNICÍPIO

NOS ASSISTA NO YOU TUBE

CONGADA DE PIRACICABA: ELEIÇÃO 2010

BOM DIA A TODOS…
ONTEM, SÁBADO, A CONGADA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO DE PIRACICABA, REUNIU-SE NAS DEPENDÊNCIAS DA SEDE DA IRMANDADE DO DIVINO ESPIRITO SANTO DE PIRACICABA AS 14H00, ONDE REALIZOU-SE A ELEIÇÃO DDES SUA NOVA DIRETORIA, AGORA MAIS AMPLIADA. COM TOTAL APROVAÇÃO DOS PRESENTES,TEREMOS A PARTIR DESSA DATA UMA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL COMPOSTA POR:
 DIRETORIA

Presidente: ROBERTA LESSA

Vice-Presidente:  DINARTE ELEUTÉRIO RODRIGUES

Primeiro–Secretário: PATRÍCIA F. R. FERREIRA

Segundo–Secretário: ALEXANDRA REGONHA CORAL

Primeiro-Tesoureiro: LUIZ ALBERTO PAVINATO

Segundo–Tesoureiro: EVALDO APARECIDO FERREIRA

Dir. Dep. de Difusão: MARY ELLEN FERNANDA

Dir. Dep. de Memória: MARIA APARECIDA DOS SANTOS-DONA TICA

Dir. Dep. Jurídico:EDSON LUIZ CORAL

1º Suplente:JOÃO FRANCISCO SARTORI-SEU JANGO

2º Suplente: ALINE HENRIQUE DA COSTA

3º Suplente:SANDRA REGINA BARBOSA

 CONSELHO FISCAL

1º CONSELHEIRO: PEDRO CHIARINI NETO
2º CONSELHEIRO: MARIA BENEDITA CORREA FORTI  
3º CONSELHEIRO: RITA MARIA DE LIMA

 COMISSÃO PERMANENTE DE ESTRUTURA

(respeito à memória da  1ª diretoria eleita legitimamente: tem função permanente)

COMISSÃO DE CONTATOS: ROBERTA LESSA

COMISSÃO DE COREOGRAFIA: PATRÍCIA F. R. FERREIRA

COMISÃO FINANCEIRO : LUIZ ALBERTO PAVINATO

COMISSÃO DE MÚSICA: DINARTE ELEUTÉRIO RODRIGUES

COMISSÃODE MEMÓRIA: MARIA APARECIDA DOS SANTOS

 

QUE NOSSO DIVINO ESPÍRITO SANTO EM COMPANHIA DE NOSSA SENHORA APARECIDA ESTEJA SEMPRE CONOSCO NESSA NOVA FASE DA CONGADA

ABRAÇOS A TODOS!


SOBRE A CONGADA DE PIRACICABA:

Manifestação folclórica existente no município de Piracicaba-SP, que engloba música, dança, canto e religiosidade do Grupo de Congada do Divino Espírito Santo de Piracicaba (GRUCONDESPI).